Lição 03 - Estresse, um Portal Para a Morte

"Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia" - II Coríntios 4.16

Texto em Destaque: Gênesis 3.9-19

O QUE É E QUAIS AS CIRCUNSTÂNCIAS QUE CONDUZEM AO ESTRESSE 

A palavra "estresse" tem origem na palavra inglesa "stress", que significa "pressão", "tensão" ou "insistência". Pode-se definir estresse como um conjunto de reações fisiológicas necessárias para a adaptação a novas situações.



Contudo, essas reações orgânicas e psíquicas podem provocar desequilíbrio no organismo se forem exageradas em intensidade ou duração.

A vida moderna é cheia de aborrecimentos, prazos, frustrações e demandas. Para muitas pessoas, o estresse é tão comum que se tornou um estilo de vida.
No entanto, o estresse nem é sempre ruim. Em pequenas doses, ele ajuda você a terminar seu trabalho e serve como motivação para você dar o seu melhor. Acontece que, quando você está constantemente nesse modo emergência, sua mente e corpo pagam o preço.
Se você se vê frequentemente se sentindo oprimido, com cansaço exagerado, é hora de tomar algumas medidas para trazer de volta o equilíbrio do seu sistema nervoso. Você pode se proteger ao aprender a reconhecer os sinais e sintomas do estresse e adotando medidas para reduzir seus efeitos nocivos.
Quando você percebe uma ameaça, seu sistema nervoso reage com a liberação de uma inundação de hormônios do estresse, incluindo a adrenalina e cortisol. Estes hormônios despertam o corpo para ações de emergência.
Seu coração acelera, os músculos contraem, a pressão arterial sobe, a respiração encurta e seus sentidos ficam mais nítidos. Estas alterações físicas aumentam sua força e vigor, acelera seu tempo de reação e aprimora seu foco – preparando você para lutar ou fugir do perigo.
O estresse é uma resposta física normal para eventos que fazem você se sentir ameaçado ou quando você está sob pressão. Ao sentir o perigo – seja ele real ou imaginado – as defesas do organismo disparam em alta velocidade em um processo rápido, automático, conhecido como a reação “lutar ou fugir”, ou reação ao estresse.
A reação ao estresse é a forma que seu corpo tem de protegê-lo. Quando está funcionando corretamente, ele ajuda você permanecer concentrado, energético e alerta.
Em situações de emergência, o estresse pode salvar sua vida – dando-lhe força extra para defender-se, por exemplo, ou estimulando você a pisar nos freios em questão de milésimos de segundos para evitar um acidente.
A reação ao estresse também ajuda você a enfrentar desafios. O estresse é o que mantém você focado durante uma apresentação no trabalho, é o que afia sua concentração quando você está tentando executar um lance em uma partida de futebol e é o que leva você a estudar para um exame quando você queria ficar assistindo TV.
Mas depois de um certo ponto, o estresse deixa de ser útil e começa a causar grandes danos a sua saúde, seu humor, sua produtividade, seus relacionamentos e sua qualidade de vida.
Atualmente, a palavra estresse aparece em muitos lugares e quando se fala em estresse se pensa logo na tensão do trabalho. É verdade que um ambiente tenso no trabalho cria estresse, porem outras situações também podem ser geradoras de tensão, como por exemplo, o nosso modo negativo de pensar, querer ser perfeccionista, querer ter controle sobre tudo ao nosso redor, querer que todos gostem ou admirem o que fazemos e o modo como interagimos com as pessoas.
Quando falamos para alguém que está discutindo com outro “fique calmo, não fique nervoso” pode parecer conselho do dia a dia, mas na verdade é um conselho que, se seguido, pode ajudar muito no controle da pressão arterial. Pesquisas recentes que temos conduzido mostram que o hipertenso sofre aumentos de pressão de grande porte quando se altera nas relações sociais, devido ao estresse social que pode sentir. Chamamos de estresse social ou interpessoal aquela reação que algumas pessoas tem quando se sentem desconfortáveis ao interagirem com outras, ou porque precisam discordar delas ou porque estão sendo elogiados ou cumprimentados por elas.
Interagir com os amigos e com outras pessoas é muito importante e o ser humano deve se esforçar um pouco para fazer e conservar amizades pois isto torna a vida mais fácil e alegre. No entanto é fundamental que a pessoa saiba dizer não, que saiba defender os seus direitos e expressar os seus sentimentos de modo adequado: nem calando e aceitando tudo o que o outro diz, nem brigando e se alterando. O ideal é saber dizer não com tranquilidade.

A vulnerabilidade hereditária, mais a preocupação com o futuro, num tempo de incertezas, de um o país que estabiliza a moeda, mas aumenta o número de desempregados, ao mesmo tempo em que a qualidade de vida piora, existem os medos do envelhecimento em más condições, e do empobrecimento, além de alimentação inadequada, pouco lazer, a falta de apoio familiar adequado e um consumismo exagerado. Todos são fatores pessoais, familiares, sociais, econômicos e profissionais, que originam a sensação de estresse e seu conseqüente desencadeamento de doenças, de uma simples azia à queda imunológica, que pode predispor infeções e até neoplasias.

SINTOMAS DO ESTRESSE 


É importante aprender a reconhecer quando seus níveis de estresse estão fora de controle.
A coisa mais perigosa sobre o estresse é o quanto ele pode dominar você. Você se acostuma com ele. Depois ele começa a ser percebido como algo familiar, normal. Nesse ponto, você não percebe o quanto ele está afetando você.
Os sinais e sintomas de sobrecarga de estresse podem ser praticamente qualquer coisa. Estresse afeta a mente, o corpo e o comportamento de muitas maneiras, e cada indivíduo experimenta o estresse de formas diferentes. 

 Sintomas Cognitivos                            Sintomas emocionais

  • Problemas de memória
  • Incapacidade de se concentrar
  • Julgamento fraco
  • Vê apenas o lado negativo
  • Ansioso ou pensamentos acelerados
  • Preocupação excessiva e constante
  • Mau humor
  • Irritabilidade ou temperamento curto
  • Agitação, incapacidade de relaxar
  • Sentindo-se sobrecarregado
  • Sentimento de solidão e isolamento
  • Depressão ou infelicidade geral

Sintomas físicos                                      Sintomas Comportamentais                         

  • Dores
  • Diarreia ou constipação
  • Náuseas, tonturas
  • Dor no peito, batimento cardíaco rápido
  • Perda de libido
  • Resfriados frequentes
  • Comer demais ou de menos
  • Dormir demais ou muito pouco
  • Isolar-se dos outros
  • Procrastinar ou negligenciar as responsabilidades
  • Consumir álcool, cigarros ou drogas para relaxar
  • Hábitos nervosos (por exemplo, roer unhas)

DICAS PARA CONTROLAR O ESTRESSE


1. Lembre-se que nada na vida vale a pena a sua saúde e que cabe a você, mais do que a ninguém, se proteger e manter sua pressão sob controle, isto é, assuma responsabilidade sobre sua vida, suas emoções e sua pressão (Arterial);

2. Quando estiver no meio de um aborrecimento, pergunte a si mesmo “Que importância isto terá em minha vida dentro de 5 anos?” Se não tiver grande importância, deixe para lá;

3. Compreenda que tem o direito a dar suas opiniões, dizer não e até de desagradar algumas pessoas em certos momentos. É bom ser gentil e ter consideração pelos outros, mas você não tem que ser agradável o tempo todo;

4. Quando alguém o provocar diga para si mesmo ”Essa pessoa quer me ver aborrecido, mas não vou permitir que isto aconteça, eu tenho controle sobre minha reação”;

5. Embora seja bom tentar não cometer erros, se isto acontecer uma vez ou outra, aceite que é humano errar;

6. Não tente ter controle sobre tudo o tempo todo, isto é impossível e só leva à frustração;

7. Em momentos de tensão respire fundo pelo nariz, contando até cinco e expire pela boca contando até 10, Repita 3 vezes. Solte os ombros para aliviar a tensão na nuca e procure caminhar um pouco. Movimentar-se ajuda a aliviar a tensão emocional e física;

8. Procure manter uma alimentação rica em verduras, legumes e frutas. Beba suco em vez de refrigerante ou café. O estresse acaba com os nutrientes no corpo humano que tem que ser repostos;
9. Tente manter um programa de atividades físicas, elas ajudam a manter a pressão controlada e a eliminar o estresse;

10. Aprenda alguma técnica de relaxamento, tem pessoas que relaxam melhor vendo TV, lendo uma revista, fazendo algum trabalho manual. Não importa o quê, mas faça algo para relaxar todo dia pelo menos por 15 minutos.

O corpo não distingue entre ameaças físicas e psicológicas. Quando você está estressado com uma agenda ocupada, uma discussão com um amigo, um congestionamento ou com uma montanha de faturas para pagar, seu corpo reage de maneira tão forte que parece que está enfrentando uma situação de vida ou morte.Se você tem um monte de responsabilidades e preocupações, sua reação ao estresse de emergência pode estar esgotado a maior parte do tempo. Quanto mais o sistema de estresse do seu corpo é ativado, mais difícil é de desligar. A exposição prolongada ao estresse pode levar a graves problemas de saúde. O estresse crônico perturba quase todos os sistemas em seu corpo. Ele pode elevar a pressão arterial, suprimir o sistema imunológico, aumentar o risco de ataque cardíaco e derrame, contribuir para infertilidade e acelerar o processo de envelhecimento. O estresse a longo prazo pode até mesmo reconfigurar seu cérebro, deixando você mais vulnerável a ansiedade e depressão.

ESTRESSE EM CRIANÇAS


O Estresse é uma reação do organismo frente a situações muito difíceis, ou muito excitantes, que também pode ocorrer em crianças de qualquer idade. Ele pode se manifestar em meninos e meninas através de sintomas físicos ou psicológicos. Freqüentemente os pais não sabem reconhecer que seu filho está estressado.
Crianças que não conseguem saber claramente o que estão sentindo acabam se passando por malcriadas ou birrentas, quando na verdade estão sofrendo a ação nefasta do stress excessivo.

O que pode causar o stress em crianças:


- Morte na família;
- Brigas constantes entre os pais;
- Separação dos pais;
- Mudança de cidade ou escola;
- Escolas ruins;
- Professores inadequados;
- Atividades em excesso;
- Viagens longas;
- Nascimento de irmãos;
- Doenças;
- Hospitalização.

“ Uma questão importante e bastante atual é a sobrecarga que as crianças tem de múltiplas atividades. Os pais querem que as crianças aprendam tudo ao mesmo tempo. Não podem deixá-la aprender inglês depois, tem que ser agora, com cinco anos, por exemplo. Não sobra tempo para brincar. O que a gente deduz é que a vida moderna está causando um impacto grande na vida das pessoas. CRIANÇA PRECISA BRINCAR !!!
E um dos aspectos que está causando muito impacto é a globalização. Porque de repente vemos, dentro de casa, tudo o que se passa no mundo. Se há uma matança num lugar distante, as pessoas ficam sabendo de imediato. Entramos em contato com tudo de ruim que acontece no mundo todo. Outro aspecto da globalização que causa bastante estresse é a mudança de valores. Acabamos tendo contato com valores muito diversos dos nossos.
Aquele mundinho no qual se vivia protegido, que era conhecido, agora está ultrapassado. Fica uma situação complicada, pois nos perguntamos quais são de fato nossos valores; o que é certo e o que é errado.” Lipp, Marilda.

Como ajudar:


Tente identificar o que está estressando a criança. Se possível, diminua a pressão que ela está sofrendo;
Não a poupe em demasia. Criança que é muito protegida não desenvolve imunidade ao stress;
O stress deve ser proporcional à idade e ao amadurecimento da criança;
Quando não for possível protegê-la do stress excessivo (como no caso de morte na família, mudança de cidade etc.), é necessário fortalecer a criança para lidar com a situação da melhor maneira possível

Quando não for possível protegê-la do stress excessivo (como no caso de uma morte na família, mudança de cidade, etc.) necessário se torna fortalecer a criança para lidar o melhor possível com a situação. A ação da psicologia pode ser bastante eficiente nesses casos.
"Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai"Fp. 4.6-8 
FONTES DE PESQUISA

http://www.estresse.com.br/publicacoes/os-efeitos-do-estress-na-pressao-arterial-cuidado-com-o-estress-interpessoal/
https://www.significados.com.br/estresse/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lição 02 - Aliança Edênica e Aliança Adâmica

Lição 03 - Os Dois Ícones da Igreja Primitiva

Lição 12 - Ciúme, o Cabo da Tormenta