Galera de Cristo 05 - Irmãos do Coração

"Amados, visto que Deus assim nos amou, nós devemos amar uns aos outros".  I João 4.11
PAPO SÉRIO
A ADOÇÃO
A adoção pode ser uma boa alternativa para pais que, por vários motivos, talvez não possam cuidar de seus filhos. Mas pode também ser uma resposta de oração para muitos casais que não podem gerar seus próprios filhos. Ao contrário do que a maioria pensa, nem todos são filhos de Deus. Cada ser humano é uma criação de Deus e está preso ao pecado que veio através da desobediência de Adão e Eva, mas a Bíblia diz que quando entregamos nossos corações a Jesus, crendo e confiando nEle para nossa salvação, Deus nos adota como filhos e passamos a fazer parte de Sua família. Veja: Aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.” (João 1:12,13)

Para entender melhor o que significa uma adoção, analise esta cena: Você consegue imaginar pais com boas condições dizendo em uma casa de adoção: “Olá, nós gostaríamos de adotar o João, mas primeiro queremos saber algumas coisas. Ele tem uma casa onde morar? Ele tem dinheiro para custear seus estudos? Ele tem uma condução para ir à escola e roupas para trocar todos os dias? Ele pode preparar as suas refeições e lavar as próprias roupas?” Nenhuma casa de adoção aceitaria este tipo de conversa. A atendente levantaria a mão e diria: “Um momento. Vocês não entenderam! Vocês não estão adotando o João pelo que ele possui. Vocês o estão adotando pelo que ele precisa, e ele precisa de um lar!” O mesmo é verdade em relação a Deus. Ele não nos adota pelo que nós possuímos. Ele não nos dá Seu nome por causa de nossa inteligência, ou de nossa carteira ou de nosso bom comportamento... Adoção é algo que recebemos, não que merecemos.

Somos bem-vindos à casa de Deus porque fomos adotados pelo Dono da casa. Deus adotou você! Deus buscou você, encontrou-o, assinou os papéis e o levou para casa. Seria suficiente se Deus apenas limpasse seu nome, mas Ele fez muito mais. Ele o levou para casa... Deus adotou você simplesmente porque Ele quis. Você está na vontade e no cuidado dEle. Ele sabia muito bem o transtorno que você seria e o preço que Ele deveria pagar, por isso Ele assinou o nome dEle perto do seu, mudou o seu nome para o dEle e o levou para casa. Você não é mais um estranho, pois se recebeu a Cristo como seu único Senhor e Salvador, então você agora também é filho do Dono do Universo, você é filho do Deus Altíssimo!

Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade, para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus.” (Efésios 1:5-7)

A ADOÇÃO DIVINA

Eu considero a adoção como um dos mais maravilhosos ensinos da palavra de Deus, pois é através da adoção, que somos feitos Filhos de Deus. Podemos até dizer que a adoção é um ato de Deus por meio do qual ele nos faz membros de sua família.
Jesus menciona a adoção em suas palavras no livro de João 1:12: “Mas, a todos que o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome”.

Já aqueles que não creem em Cristo, não são considerados filhos adotivos. Ao contrario são chamados de “Filhos da ira”, em Efésios 2:3, e “filhos da desobediência” (Ef. 2:2;5:6).
Os verdadeiros filhos de Deus, adotados pela fé em Cristo como salvador, são conhecidos pelo amor. Você então será conhecido como filho de Deus através do amor pelo Pai. Certa vez, Jesus disse a algumas pessoas que não o aceitavam como enviado de Deus: “Se Deus fosse, de fato, vosso pai, certamente, me havíeis de amar… . Vós sois filhos do diabo o vosso, e quereis satisfazer-lhes os desejos”. Jo. 8:42-44.

Será que de fato amamos a Deus? Se o amamos o que temos feito para Ele? Temos procurado agradá-lo? Temos procurado viver uma vida aprovada por Ele? No texto que lemos, em Romanos 8:14-17, Paulo destaca 04 privilégios dos filhos adotivos de Deus:]

a) Os Filhos adotivos de Deus são guiados pelo seu Espírito: “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.” Ouvimos realmente a voz de Deus? Somos conduzidos por sua palavra? Os verdadeiros filhos de Deus vivem para agradá-lo, servi-lo e honra-lo. Os Filhos de Deus discernem sua voz, e sabem quando Ele esta falando. Filhos de Deus tem como prioridade de vida, viver os sonhos e planos de seu pai. Filhos de Deus trabalham para realizar os projetos de Deus.

b) Os filhos adotivos de Deus podem se dirigir ao Pai com intimidade: “15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.” Um escravo não tem a liberdade de um filho. Ele não pode frequentar os mesmos lugares que um filho. Ele não tem os mesmos direitos que um filho. Paulo aqui, nos ensina que como filhos da adoção, não recebemos o espirito de escravidão, para vivermos atemorizados, mas ao contrário recebermos os privilégios de filho. E como filhos, podemos falar com nosso Deus, de forma íntima. Podemos até, usar palavras de intimidade como:  Aba, pai. Esta palavra é tão intima como os termos da nossa língua, paizinho, ou papai. Esta palavra é uma palavra de ternura, que revela que temos um relacionamento livre de medo e da ansiedade. Assim, podemos nos colocar na presença de Deus sem medo ou hesitação e nos relacionarmos com Ele como um pai amoroso.

c) Os filhos adotivos de Deus tem a testificação do Espírito. “….o próprio Espírito testifica com o nosso Espírito…”.A nossa adoção é atestada pelo Espírito de Deus. Ele é quem testifica confirmando a segurança da nossa adoção, por meio do fruto que Ele produz em nós, (Gl. 5:22-23) e por meio do poder que Ele nos fornece para sermos suas testemunhas.

d) Os filhos adotivos de Deus tem uma herança: “17 Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.” Como filhos adotivos temos a promessa de uma herança. Herdaremos a vida eterna, um corpo incorruptível, herdaremos a coroa, teremos um galardão. Ao contrário da lei Judaica que dava privilégios maiores aos primogênitos, todos os filhos adotivos de Deus tem os mesmos direitos. Lucas 24:26 ensina que os filhos adotivos do Pai, terão o direito de compartilhar “…tanto de seus sofrimentos como de sua glória posterior…” Lucas 24: 26

Os filhos adotivos tem uma herança garantida. Na parábola dos talentos os servos que foram fieis, receberam a sua recompensa. Jesus declara para os servos fieis: “Servo bom e fiel ; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” Mt. 25:21.

A bíblia revela que Cristo foi nomeado pelo Pai como herdeiro de todas as coisas. E esta mesma palavra diz que seremos co-herdeiros com Ele de todos dos grandes privilégios e honras espirituais.

Quero finalizar  ressaltando que uma das grandes bênçãos da adoção é que passamos a ter uma nova família. Em muitos textos do Novo Testamento, a Bíblia se refere aos cristãos como irmãos e irmãs. O uso destas palavras era tão comum naqueles dias que indica que eles tinham uma forte consciência da Igreja como família de Deus.
Paulo entendia isso com tanta clareza que recomendava a Timóteo que tratasse aos membros da Igreja de Éfeso como a membros de uma grande família. Vejamos I Tm. 5:1,2: “…1 Não repreendas ao homem idoso; antes, a exorta-o como a pai; aos moços, como a irmãos; 2 às mulheres idosas, como a mães; às moças, como a irmãs, com toda a pureza.”
Esse conceito de igreja como família, deve nos dar uma nova visão da obra realizada pela igreja: “Igreja irmãos, é trabalho de família”.
E como uma família, não podemos competir uns com os outros, mas ao contrario servir uns aos outros, devemos ajudar uns aos outros, devemos aconselhar uns aos outros, devemos ser gratos pelo crescimentos uns dos outros, devemos ajudar os nossos lideres, porque todos nós estamos contribuindo para o bem de nossa nova família: a Igreja do Senhor.
Os filhos adotivos do Senhor trabalham pela sua família, a igreja do Senhor. E nesta missão eles são honrados e recompensados.
FONTES DE PESQUISA
https://pastorjosiasmoura.com/2011/08/21/sermo-o-privilgio-de-ser-um-filho-adotivo-de-deus/
https://www.pastorantoniojunior.com.br/esbocos-de-pregacoes/deus-nos-adotou-somos-filhos-de-deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lição 02 - Aliança Edênica e Aliança Adâmica

Lição 03 - Os Dois Ícones da Igreja Primitiva

Lição 12 - Ciúme, o Cabo da Tormenta