Lição 07 - Relacionamentos Saudáveis

"Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias, o acharás" Eclesiastes 11.1
Texto Bíblico Básico: Salmo 127; Salmo 128
QUANTO VOCÊ INVESTE NA SUA FAMÍLIA?
Alguns respondem essa pergunta dizendo que investem seus recursos financeiros, que todo o seu trabalho é para sustentar a família. Mas a grande verdade é que investir na família é oferecer o seu melhor para ela.
Na realidade algumas pessoas oferecem as suas relações familiares o seu pior, como, o mal-humor, a falta de qualidade de tempo, seus problemas emocionais e nada de valores espirituais. Esses ingredientes levam a destruição familiar ou ainda a destruição da fé dos filhos.
O Instituto Barna nos Estados Unidos realizou uma pesquisa com jovens que abandonaram a fé de seus pais, quando eles entraram nas universidades. Constatou-se que o principal motivo desta decisão era a incoerência da vida religiosa, com a vida familiar.
O grande desafio da Igreja nesses dias é fortalecer as famílias com os valores da palavra de Deus, afim de que a futura geração seja cada vez mais consagrada a Deus e os lares sejam cada vez mais saudáveis e abençoados. Mas este desafio depende do engajamento de cada irmão e irmã que assumem o compromisso de serem verdadeiros discípulos de Cristo.
Ser discípulo de Cristo significa viver como Cristo viveu, fazendo a vontade de Deus. E o propósito de nosso Deus é que ninguém se perca, que as famílias sejam abençoadas e que todos sejam ricos em amor e em boas ações para os que precisam.
Queremos proporcionar o melhor ambiente para as famílias, porque acreditamos no projeto de Deus para homem que é uma família saudável, que forme os filhos no caminho do Evangelho de Cristo.
Por isso faço o convite para todos que desejam viver dias mais felizes com suas famílias, ore por sua família todos os dias, faça o Culto Doméstico na sua casa, freqüente a sua Igreja com engajamento, ajude os necessitados ao seu redor e seja um verdadeiro discípulo de Cristo, discipulando seus filhos e as pessoas que estão ao redor.
SETE PASSOS PARA A SAÚDE NOS RELACIONAMENTOS
1 – Apreciação mútua.
Famílias estáveis e saudáveis cultivam a apreciação entre os seus membros. Então, o segredo para cultivar uma saúde familiar é elogiar sempre. Nunca perder uma oportunidade para elogiar e enaltecer o cônjuge, os filhos, irmãos e pais. “O princípio mais profundo natureza humana é o anelo de ser apreciado”, escreveu William James. 

2 – Capacidade para resolverem juntos os conflitos.
Os conflitos, em qualquer relação humana, são inevitáveis. A grande questão é saber identificar e resolvê-los de uma maneira em que todos saiam vencedores. Muitas vezes, famílias se tornam frágeis e problemáticas porque na resolução de um conflito, há perdedores e vencedores. 

3 – Comunicação aberta.
Numa família saudável a comunicação é valorizada. Os assuntos são conversados sem tabus, os sentimentos são externados sem rancor. Não há acusações ou críticas. Os cônjuges sentem liberdades para exporem suas idéias e sentimentos. Pais conversam com os filhos sobre temas importantes. 

4 – Compromisso mútuo.
Numa família saudável, há um forte sentimento de compromisso entre os seus membros. Os cônjuges sentem-se compromissados pelo bem-estar e crescimento um do outro. Os pais sentem-se compromissados com crescimento integral dos filhos e assim por diante. 

5 – Dedicação de tempo.
Famílias saudáveis e competentes investem tempo e energia na construção e manutenção de um relacionamento construtivo. Os cônjuges conversam mais entre si, os pais brincam mais com os filhos, há mais caminhadas de mãos dadas. Há quantidade e qualidade de dedicação de tempo.

6 – Compartilhamento de tradições. 
Famílias saudáveis valorizam os almoços à mesa, as férias são momentos inesquecíveis, os aniversários, mesmo com simplicidade, são comemorados, os dias festivos são lembrados e vividos intensamente, a participação nos cultos torna-se importante. “Essas tradições, pequenas e grandes, são o que estreita os nossos laços, nos renova e nos dá uma identidade enquanto família”, diz Stephen R. Covey. 

7 – Compartilham a fé comum.
Sabemos que quando Deus se torna o fundamento de uma família, esta passa a ter totais condições de ser feliz e saudável. “A família foi constituída pelo próprio Deus e deve tê-lo como fator central”, afirma o Dr. Merval Rosa.

Que cada um de nós sejamos responsáveis pelo cultivo dessas atitudes em nossas famílias. Fazendo isso, estaremos construindo, no novo milênio, famílias que sejam esteio e colunas da sociedade.
Em uma família saudável:
  1. Cada um é respeitado como indivíduo, digno de atenção, que tem desejos e necessidades únicas.
  2.  alguém que é a figura de autoridade clara, respeitada por todos os demais membros da família.
  3. Existe participação/discussão no tomar de decisões, com a decisão final sendo tomada para beneficiar a todos.
  4. Cada um entende quais são e cumpre suas responsabilidades financeiras.
  5. Passar tempo juntos e fazer atividades em família é uma prática que é valorizada.
  6. A comunicação é aberta, honesta, e marcada por respeito mútuo.
  7.  um forte sentimento de compromisso um para com o outro, e por isso, divórcio nunca é considerado.
  8.  um cuidado verdadeiro e preocupação com o bem-estar um do outro.
  9.  um casamento sólido, que os filhos admiram e esperam emular quando se tornarem adultos.
  10.  incentivo e comemoração pelo sucesso um do outro.
A família precisa viver estes dois princípios: temor e obediência ao Senhor. Decida, pois, investir na sua família vivendo esses princípios. Se satanás usou da posição que tinha no céu e entrou na Sala do Trono, conseguindo com sua maldade influenciar anjos, o que ele não poderá fazer numa família que lhe der brechas? Mas graças a Deus que o sangue de Jesus está sobre nossa casa e tem poder para anular e desfazer toda obra do diabo contra ela. Uma luz virá sobre a sua casa e desfará toda treva por ventura existente. 

FONTES DE PESQUISA

http://blogs.universal.org/renatocardoso/blog/2010/10/04/10-tracos-de-uma-familia-saudavel-3/
http://ministerioceo.com.br/familia-base-da-igreja/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lição 02 - Aliança Edênica e Aliança Adâmica

Lição 08 - Culpa, a Prisão da Mente

Lição 12 - Ciúme, o Cabo da Tormenta