Lição 10 - Perdas Inaceitáveis



"E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" - Romanos 12.2

Texto Bíblico Básico: Lucas 15.1-9


Nesta parábola da dracma perdida, o Senhor nos fala de algo precioso que tinha sido perdido e foi achado e encontrando-o enche-se de alegria pela reconquista do que lhe é valioso. A dracma era uma moeda de prata usada na Grécia. Assim, a palavra de Deus nos mostra que “perder a dracma”, significa perder uma das verdades ou os conhecimentos da verdade, a redenção. Há várias situações em que se pode perder uma verdade. Perdemos a verdade quando, por exemplo, nos despojamos negligentemente de uma convicção que sabemos ser verdadeira e justa, e adotamos outra, falsa, em seu lugar. Ou quando abrimos mão de um princípio verdadeiro que era para nortear nossa vida, e agimos contra esse princípio. Ou, também, quando deixamos esmaecer a visão de um ideal bom, do qual nos desviamos por desânimo, falta de coragem ou falta de empenho. Nesta parábola é a “mulher” que perde. A “mulher”, na Palavra, significa a Igreja. Portanto devemos estar alertas para que não correr o risco de perder a dracma da redenção na vida de cada servo. Quando deixamos de ter afeição pela verdade, andamos errantes, adotando qualquer princípio que nos satisfaça, mesmo errôneo. 
A direção do Espírito Santo. Mas a igreja fiel anda na direção do Espírito Santo, que tem preparado um povo a redenção. A Igreja representa a verdade, devemos estar alertas numa vida de oração, pois vivemos os últimos tempos, momento de vigilância para não perder o maior bem que temos que é a salvação. A Igreja fiel tem a direção do Espírito Santo que guia a vida de um povo que vive na revelação e na fé. A perfeita harmonia entre os irmãos forma o corpo de Cristo, uma só Igreja, um só corpo espiritual cujo cabeça é o Senhor Jesus. A Igreja é vista espiritualmente como a noiva, é a Esposa do Cordeiro. A noção de um relacionamento possível que deve ser espiritual e eterno diante do Senhor. O Senhor quer revelar a Sua Palavra ao nosso entendimento e para isso os olhos do nosso coração precisam estar iluminados. Precisamos dar valor ao que realmente é valorizado por Deus, jogarmos fora toda sujeira que estava em nosso coração e compartilhar com o próximo o nosso maior tesouro: Jesus. 
“Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma dracma, não acende a candeia, e não varre a casa, buscando com diligência até encontrá-la? E achando-a, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu havia perdido.” (Lucas 15:8,9) 
Verdade Central . A história da dracma perdida é o resgate da nossa identidade. A mulher é a figura da igreja que, com diligência, deve procurar o que foi perdido, como valores, conceitos, fidelidade e aliança com o passar do tempo. A parábola da dracma perdida mostra a diligência de uma mulher que ao perder algo precioso foi à sua procura, sem hesitar. E só encontramos o que perdemos quando acendemos a luz. Afinal, o escuro dificulta o reconhecimento e a busca. O ato de varrer significa tirar a sujeira. A igreja é responsável por limpar toda sujeira com diligência, cautela e muita observância. 
Acendendo o candelabro. Quando alguém procura algo, quer iluminar ao máximo o ambiente para enxergar da melhor forma possível. O candelabro é um sinal no mundo espiritual. Jesus disse que Ele é o candeeiro de ouro que anda no meio da Igreja, na nossa casa, dentro de nós (Ap 1:12-15). Onde existe a luz de Deus, as trevas não podem entrar, fazer visitação.  Quando a luz é acesa e uma busca diligente se inicia, muita sujeira que estava escondida é dissipada. O desejo de Deus é que tiremos da nossa vida tudo que não O agrada e isso só é possível se nos voltarmos aos princípios da Palavra. A luz da Palavra de Deus arrancará da sua vida todas as trevas e o conduzirá por um lugar seguro. 
O valor da dracma. A dracma perdida possui um valor espiritual: a fidelidade. A dracma representava uma aliança. Toda mulher casada usava um enfeite na testa, como por exemplo um colar formado por dez moedas de prata e uma moeda maior no centro. Perder a dracma significava colocar em risco a sua descendência, pois a dracma era um sinal profético de perpetuação da geração. Muitas pessoas perderam muitas coisas valorosas na vida, mas hoje é o seu dia de achar a dracma, por que a sua vida e a sua casa receberão a limpeza de Deus.
Uma mulher estrategista . É interessante a postura da mulher ao encontrar a dracma, pois normalmente quando perdemos algo de valor e encontramos, guardamos em um lugar seguro por medida de segurança. Ao invés de guardar e esconder tão valioso objeto, convidou todos os seus vizinhos, aqueles que se alegrariam com ela, que não tirariam por menos tal acontecimento. Ela compartilhou a bênção com aqueles que compreendiam o verdadeiro significado de encontrar algo precioso que estava perdido.
JAMAIS PERCA O SENSO DE DIREÇÃO DE DEUS
Por convicção de fé e conhecimento da Palavra, sabemos que os planos de Deus se realizarão. Isso com a nossa participação ou sem ela. Ele é soberano! Deus nos inclui em Seus planos para todo o universo; algumas vezes, nós mesmo nos excluímos. Portanto, corramos em viver os planos de Deus, pois sabemos que o motivo de nossos fracassos e, consequentes frustrações, está no fato de termos saído do centro da vontade de Deus.
 muito cansativo viver sem a direção de Deus, gastando tempo e energia naquilo que não é Sua vontade para nós. (Is. 55.2). Diante disso, o Senhor nos faz um convite: “inclinai vossos ouvidos e vinde a mim; ouvi e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, que consiste nas fiéis misericórdias prometidas a Davi” – Is. 55.3 O Senhor enxerga o mundo e a nossa vida a partir de uma perspectiva divina. Quando olha para nós não vê quem somos, o que fazemos nossas falhas e fraquezas; mas vê em quem podemos nos tornar, na força de Seu poder. Se formos humildes, quebrantados e O deixarmos dirigir nossas vidas, comeremos o melhor dessa terra e faremos proezas. Precisamos parar de ser dirigidos por pessoas, pelos apelos do mundo, pela nossa própria vontade. Deixemos o Senhor, que é todo poderoso, conduzir-nos e, então, experimentaremos a vida e plenitude que Ele tem pra nós. 

JAMAIS PERCA A ESPERANCA

Deus quer falar ao nosso coração para continuarmos nossa caminhada. Um cristão que não se sente a caminho está perdido. E esse caminho é um caminho difícil, pois Jesus já disse: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (Mt 16, 24b). A crucificação não é um caminho fácil, mas também não é um caminho triste.
“Não ajunteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e os ladrões assaltam e roubam. Ao contrário, ajuntai para vós tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, nem os ladrões assaltam e roubam. Pois onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (Mt 6, 19-21) É preciso viver nesta terra sabendo que ela não é nossa pátria, por isso devemos viver nela construindo nossa casa no céu. Isso é um mistério grande demais, mas se você não entra nele [neste mistério], você está fora do plano que Deus tem para você. Precisamos viver nesta terra com "link" ligado no céu. Muitas coisas nesta terra nos são oferecidas, muita "felicidade". Mas esta terra é um lugar de sofrimento, basta olharmos para Jesus, que foi perseguido.
Razões para não perder a esperança
1 – Temos esperança por causa de Jesus. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a Sua grande misericórdia, Ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos…” (I Pedro 1:3).
2 – O plano de Deus é dar-nos esperança. “Porque sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro” (Jeremias 29:11).
3 – A Palavra de Deus nos dá esperança. “Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança” (Romanos 15:4).
4 – Deus se agrada quando colocamos nossa esperança nEle. “O Senhor se agrada dos que O temem, dos que colocam sua esperança no Seu amor leal” (Salmo 147:11).
5 – Quando firmamos a esperança em Deus, Ele nos protege. “Mas o Senhor protege aqueles que O temem, aqueles que firmam a esperança no Seu amor” (Salmo 33:18).
6 – Há sempre esperança e um bom futuro para nós. “Se agir assim, certamente haverá bom futuro para você, e a sua esperança não falhará” (Provérbios 23:18).
7 – Deus enche-nos de esperança quando temos confiança nEle. “Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nEle, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo” (Romanos 15:13).

JAMAIS PERCA A CAPACIDADE DE SONHAR
Deus sonhou com a nossa vida; formou-nos com um propósito específico e uma missão. Em Jeremias 1.5 diz: “Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci; e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta.” Ansiamos em ver o cumprimento dos sonhos de Deus em nossa vida, mas temos que crer que o Senhor tem o tempo certo para cumpri-los. Filipenses, 2.13: “porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.” Como saberemos se um sonho é do Senhor? Precisamos entender que os sonhos de Deus vêm acompanhados da Sua glória. A palavra do Senhor nos diz: “O que ninguém nunca viu nem ouviu, e o que jamais alguém pensou que podia acontecer, foi isso o que Deus preparou para aqueles que o amam.” (1Co 2.9.) Quando sonhamos na presença do Senhor, deixando que ele realmente reine sobre eles, temos 100% de certeza que serão reais. Mesmo que aos nossos olhos possam parecer absurdos, se estão no coração de Deus nada é impossível. Só falta nosso coração estar ligado com o do Pai, para receber a vontade daquele que nos resgatou das trevas e nos trouxe para a sua luz.

No livro de Provérbios podemos perceber os seguintes versículos:
“Ao homem pertencem os PLANOS do coração; mas a resposta da língua é do Senhor.” (Pv. 16.1); “Muitos são os PLANOS no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá.” (Pv. 19.21); “Os PLANOS do diligente conduzem à abundância; mas todo precipitado apressa-se para a penúria.” (Pv. 21.5.)

Amado(a), eu não sei exatamente qual é o seu sonho, um ministério, casamento, um emprego melhor, uma faculdade, cura, porém, seja qual for, creia que os sonhos de Deus são maiores que os teus e no tempo certo eles irão se realizar.

JAMAIS PERCA A FÉ NA PROVIDÊNCIA DIVINA

Depois de o Senhor Deus criar os céus e a terra.Ele não deixou o mundo a sua própria sorte.Pelo contrário,Ele continua interessado na vida dos seus,cuidando da sua criação.Deus não é como um hábil relojoeiro que formou o mundo,deu-lhe cordas e deixa acabar essa corda lentamente ate o fim;pelo contrário,Ele é o Pai amoroso que cuida daquilo que criou.O constante cuidado de Deus por sua criação e por seu povo é chamado,na linguagem doutrinal,”A providencia Divina”.Como Governador soberano da criação, Deus cuida e supre as necessidades de todas as suas criaturas. Observe que a palavra prover é encontrada na palavra providência.Providência, contudo, não se refere somente a essa provisão, mas também ao controle, direção e uso de todas as coisas por Deus para os seus propósitos. "Todos os moradores da terra são por ele reputados em nada; e, segundo a sua vontade, ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazes?" (Daniel 4:35). Isso, também, é sua providência. Quando a Escritura fala da providência de Deus, ela na maioria das vezes fala de sua "mão" (Sl. 109:27; I Pe. 5:6). É por sua mão que ele provê para as suas criaturas e lhes dá vida e fôlego. É com sua mão que ele guia e dirige o curso de todas as coisas, de forma que sirvam ao seu propósito maravilhoso. Sua mão é seu poder soberano e todo-poderoso.

FONTES DE PESQUISA
http://www.igrejacristamaranata.org.br/?p=993
http://imq.com.br/documentos/12.%20seguindo_a_direcao_de_deus.pdf
http://novotempo.com/amiltonmenezes/2012/05/09/motivos-para-nao-perder-a-esperanca/
http://palavradodiacoutinho.blogspot.com.br/2010/05/os-sonhos-de-deus-sao-maiores-que-os.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lição 02 - Aliança Edênica e Aliança Adâmica

Lição 08 - Culpa, a Prisão da Mente

Lição 12 - Ciúme, o Cabo da Tormenta