Galera de Cristo 01 - As Preciosas Palavras do Mestre

"Bem aventurados serão vocês quando por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem  todo tipo de calúnia contra vocês" - Mateus 5.11


PAPO SÉRIO

O CONTEXTO DO SERMÃO DA MONTANHA

O que é o Sermão da Montanha?"



 O Sermão da Montanha (ou Sermão do Monte) é o sermão que Jesus deu em Mateus capítulos 5-7. Mateus 5:1-2 é a razão pela qual esse texto é conhecido como o Sermão da Montanha: "Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los…." O sermão da Montanha é o mais famoso sermão que Jesus deu, talvez o mais famoso já dado por alguém.

O Sermão da Montanha abrange vários temas diferentes.Se tivéssemos que resumi-lo a uma única frase, seria mais ou menos assim: Como viver uma vida dedicada e agradável a Deus, livre de hipocrisia, cheia de amor e graça, e cheia de sabedoria e discernimento.

5: 3-12 - As bem-aventuranças
5: 13-16 - Sal e Luz
5: 17-20 - Jesus cumpriu a Lei
5: 21-26 – Ódio e Assassinato
5: 27-30 - Luxúria e Adultério
5: 31-32 - Divórcio e Novo Casamento
5: 33-37 - Os Juramentos
5: 38-42 - Olho por Olho
5: 43-48 - Amai os vossos inimigos
6: 1-4 - Dê aos Necessitados
6: 5-15 - Como Orar
6: 16-18 - Como Jejuar
6: 19-24 - Tesouros no Céu
6: 25-34 - Não se preocupe
7: 1-6 - Não julgue hipocritamente
7: 7-12 – Peça, Busque, Bata
7: 13-14 - A Porta Estreita
7: 15-23 - Falsos Profetas
7: 24-27 - O Sábio Construtor

Mateus 7:28-29 conclui o Sermão do Monte com a seguinte declaração: "Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, estavam as multidões maravilhadas da sua doutrina; porque ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas." Que todos nós possamos continuar surpreendidos com o Seu ensinamento e seguindo os princípios que Ele ensinou no Sermão da Montanha!


AS PROPOSTAS DO REINO


Após escolher seus discípulos (ver Mt 4:18-22), Jesus inicia seu ministerio na Galileia "ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo" (Mateus 4:23).

"E seguia-o grande multidão", relatam as Escrituras. Não poderia ser diferente: curas, milagres, libertação de endemoninhados...o povo começou a seguir aquele homem.

"E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos" (Mt 5:1). Aqui começam os ensinamentos do Mestre aos discípulos:


a) As bem-aventuranças (Mt 5:1-12)


"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus"


Ser "pobre de espírito" se refere ao que é humilde, aquele que de si mesmo não pensa ser superior aos outros.

"Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor. Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor". Mateus 10:24,25
"Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo". Gálatas 6:3

"Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um". Romanos 12:3

"Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos." Provérbios 16:19


"Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados"


No mundo, passamos por muitas aflições e angústias. O Mestre já havia dito isso (Jo 16:33). Uma das respostas do corpo humano a essas angústias é o choro, representando dor. Estudos dizem que as lágrimas são um poderoso instrumento de comunicação. Mesmo quando choramos sozinhos, as lágrimas funcionam como palavras – que podem ser sinceras ou estratégicas, copiosas ou escassas. As pessoas que reprimem o próprio choro perdem um importante canal de diálogo. (Fonte: Superinteressante)

Ora, se somos seres emocionais, logo, choramos. Mas a Palavra de Deus promete um consolo eterno aos que choram por viverem angústias e dor nessa terra:

"E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas." Apocalipse 21:4

"Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus". 2 Coríntios 1:3-4


"Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra"


Aqui existe um segredo que poucos conhecem: a terra é herdada na mansidão e não no "determinismo", "profetizando", ou através de "atos proféticos", "tomada de território" e outras coisas bizarras que temos visto em muitos templos evangélicos hoje em dia.

Mansidão é uma das partes do fruto do Espírito (Gálatas 5:22) e o cristão precisa desenvolver o fruto por completo. Ser manso é ser como Jesus e não significa ser "omisso", mas exercer a autoridade cristã em AMOR.

"Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão, ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé." Romanos 4:13



"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos"


Vivemos em um mundo de desigualdades. Os ricos e poderosos humilham e excluem os pobres e necessitados. Pessoas morrem todos os dias, vítimas da violência, da fome, da falta de saneamento e de assistência médica, enquanto autoridades políticas "ostentam" luxo com o dinheiro público. Porém, no Reino, a Justiça Divina não "tarda" muito menos "falha": ela é executada a seu tempo, pois Deus é 100% justo.

Portanto assim diz o Senhor DEUS: Eis que os meus servos comerão, mas vós padecereis fome; eis que os meus servos beberão, porém vós tereis sede; eis que os meus servos se alegrarão, mas vós vos envergonhareis; Eis que os meus servos exultarão pela alegria de coração, mas vós gritareis pela tristeza de coração; e uivareis pelo quebrantamento de espírito. Isaías 65:13,14.


"Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia"


Exercer misericórdia é mais uma virtude do cristão que reflete o caráter de Cristo. Deus é misericordioso. Ele sabe que somos pó da terra e que o nosso corpo carnal está morto pelo pecado (ver Salmos 103:14, Jó 10:9, Romanos 7:14-24 / 8:10), embora, pelo Espírito, vivamos para Cristo.

Logo, não devemos desprezar aos pobres, mas estender a mão (Pv 14:21);
Não rejeitar nem se envergonhar dos que padecem necessidade (2 Tm 1:16);
Deus não se esquece das nossas obras de amor quando servimos aos irmãos com misericórdia (Hb 6:10);
Não fazer acepção de pessoas (Tg 2:3);

Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe pão para comer; e se tiver sede, dá-lhe água para beber; Porque assim lhe amontoarás brasas sobre a cabeça; e o Senhor to retribuirá. Provérbios 25:21,22



"Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus"


Só quem conhece o mais profundo do coração do ser humano é Deus. Só Ele sabe a verdadeira intenção por trás de cada ação que praticamos, pois nada está em oculto aos seus olhos (Ver Jeremias 17:10, Salmos 139:3, Romanos 8:27, 1 Coríntios 2:10).

Somos filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus (Gálatas 3:26) e, como tais, precisamos exercer as boas obras em amor para com os irmãos sem deixar brotar raizes de amargura ou conflitos (Hebreus 12:14-15). Se formos injuriados ou caluniados, devemos recordar que a vingança pertence a Deus (Salmos 94:1, Romanos 12:9, Hebreus 10:30) e apenas entregar a situação nas mãos do Todo-Poderoso, sem proferir palavras que ofendam ou agridam a outra pessoa. Lembre-se de que o Mestre ensinou a virar a outra face ao que nos fere (Lucas 6:29).

SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte?Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração.Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo;A cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor; aquele que jura com dano seu, e contudo não muda.Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.
Salmos 15:1-5

"Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus"


Pacificar, apaziguar, acalmar. Essas são outras características do verdadeiro cristão, produzidas pelo fruto do Espírito na transformação do caráter. 

Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Romanos 12:18

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Hebreus 12:14

Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. 1 Coríntios 14:33

E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa. Lucas 10:5

Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco. 2 Coríntios 13:11

Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Efésios 4:3

"Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus"



Esta talvez seja a bem aventurança mais OMITIDA atualmente nos púlpitos que se dizem cristãos: ser perseguido por amor a Cristo e ao Evangelho da Cruz. Sofrer as calúnias, angústias, perdas, humilhações, faltas, injúrias e perseguições, assim como Jesus Cristo sofreu. Ser desprezado, excluído dos círculos sociais por pregar pura e simplesmente a verdade e nunca, JAMAIS, negar a fé.

Infelizmente, as pessoas tem sido orientadas pelos falsos profetas a juntar tesouros nessa terra, o que foi veementemente condenado por Jesus e também pelo Apóstolo Paulo (Ver Mateus 6:19 e Colossensses 3:2). Com bordões totalmente deturpados como "Determina a tua vitória", "Deus tem que te abençoar" e "Você tem que comer o melhor desta terra, tá escrito!", essa gama de devoradores de almas tem enriquecido enquanto o povo padece material e espiritualmente.

Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.
2 Coríntios 4:17,18

Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós.
1 Pedro 3:14,15

A vida cristã não tem "sabor de mel". Precisamos lutar contra o pecado todos os dias, negar a si mesmo, tomar a cruz e seguir o caminho estreito. Seremos ignorados, maltratados, humilhados, excluídos, perseguidos, caluniados, torturados (muitas vezes física e psicologicamente), abatidos....muitos serão mortos por simplesmente não negarem a Cristo, como vem ocorrendo em vários países afora. Tudo isso já havia sido dito por Jesus. Que novidade temos, então? O que tem sido pregado em nossos altares?

FONTES DE PESQUISA

https://www.gotquestions.org/Portugues/Sermao-da-Montanha.html
http://www.estudobiblico.org/pt/detalhe/ver/o-sermao-da-montanha-44

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lição 02 - Aliança Edênica e Aliança Adâmica

Lição 08 - Culpa, a Prisão da Mente

Lição 12 - Ciúme, o Cabo da Tormenta